Pular para o conteúdo
Confira 3 dicas de produção de conteúdo para escritores

3 dicas de produção de conteúdo para escritores

Aqui no blog, eu já falei diversas vezes sobre como um autor precisa investir na criação de conteúdo. Por isso, hoje vamos aprofundar um pouco mais esse assunto e conversar sobre a produção de conteúdo para escritores.

Eu trouxe 3 dicas de como um escritor pode se apropriar do conteúdo para criar uma boa presença digital.

É importante dizer que qualquer escritor pode utilizar a produção de conteúdo para divulgar seu trabalho, desde quem é independente até o escritor publicado tradicionalmente.

Mas antes de entrarmos nas dicas, vamos desmistificar um ponto:

  • No mundo conectado em que vivemos hoje, escritores não podem mais se dar ao luxo de apenas serem escritores. Para se destacar no mercado literário, é essencial que autores aprendam táticas de marketing literário e divulgação. Porém, sem precisar se tornar um profissional de marketing para isso.

Eu falei um pouco sobre esses papeis neste artigo, caso você esteja interessado em conhecer melhor o marketing para escritores.

Como funciona a produção de conteúdo para escritores?

A produção de conteúdo para escritores, e para outros profissionais, é uma prática que está intimamente ligada ao leitor, que é o consumidor nesse caso.

Produzir um conteúdo profissionalmente parte do princípio de que estamos criando algo que alguém precisa consumir (e vai gostar de consumir).

Por exemplo, quando uma editora decide começar a postar artigos em um blog, ela não faz isso apenas porque essa é uma estratégia de rankeamento para o site do negócio.

A editora faz isso pensando na estratégia, mais especificamente em que tipo de conteúdo o leitor daquela editora quer ler.

Nesse sentido, a produção de conteúdo tem o poder de aproximar a marca (no caso, o escritor) do consumidor (no caso, o leitor) de uma maneira em que haja conexão através de tópicos de interesse.

 

O que é uma persona e como ela ajuda na divulgação do escritor

 

E isso pode ser feito das mais diversas formas, já que o conteúdo pode ser produzido em diversos formatos.

Enquanto escritor, e depois de analisar as dicas aqui embaixo, você pode gravar vídeos para o YouTube, pode criar um podcast, pode lançar uma revista, pode ter um blog e um site, etc.

O importante é entender que um conteúdo de divulgação fala sobre um livro, sobre um autor e sobre o universo em que os dois estão inseridos. Também ajuda localizar o conteúdo produzido dentro da jornada de compra, que você pode conhecer melhor neste artigo.

3 dicas de produção de conteúdo para escritores

Certo, agora que já esclarecemos o que é e como funciona a produção de conteúdo para escritores, vamos às dicas.

1 Conheça seu público

Como citei no tópico anterior, a parte mais importante da produção de conteúdo para escritores é o leitor.

Produzir um conteúdo que vai trazer resultado depende de o autor saber com quem está falando, para quem está produzindo aquele conteúdo. Ou seja, o escritor vai precisa conhecer melhor sua audiência.

Dentro do marketing, nós chamamos esta etapa de estudo de persona. E você pode ler um pouco mais sobre criação de personas e identificação de público-alvo neste artigo.

Caso o escritor já tenha livros publicados já tenha presença nas redes sociais, descobrir quem é sua audiência é mais fácil.

 

Marketing para escritores: por que autores precisam se apropriar da técnica

 

Transformando o perfil do Instagram em comercial ou criador de conteúdo, e tendo uma página no Facebook, já é possível saber o sexo, idade e local dos seguidores. Além disso, dá para entender quais conteúdos eles gostam mais.

O mesmo vale para quem compra os livros. Se você mesmo vende os seus livros de maneira presencial, tente prestar mais atenção para as demografias de quem compra. E se você vende por lojas de maneira independente também, peça para eles ajudarem a colher esses dados.

Descobrir para quem você está produzindo conteúdo é essencial para o sucesso da estratégia. Isso porque não adianta você produzir conteúdo, se esforçar pensando na estratégia, se vai acabar atraindo um público que não vai comprar seus livros.

O objetivo do conteúdo é atrair o leitor em potencial, não apenas produzir por produzir.

2 Saiba quem você é como autor

Outro ponto, e que facilita muito descobrir a temática do conteúdo que você vai produzir, é saber quem você é enquanto autor. Se for muito difícil responder essa questão, faça estas perguntas para você mesmo:

  • Qual é o seu nicho de escrita?
  • Qual é o gênero no qual você quer ser conhecido por escrever?
  • Quais são os temas mais comuns das suas histórias?
  • Que marca você quer deixar no mundo enquanto autor?

Quando você conseguir responder todas elas, vai perceber que o universo no qual você está inserido já afunilou e que essa descoberta vai ajudar muito na hora de produzir conteúdo.

Por exemplo, eu, Mariana Bortoletti, enquanto escritora, sou uma autora de ficção especulativa e minhas histórias normalmente falam sobre relações humanas em mundos que dificultam essas relações. Logo, o meu conteúdo gira em torno de fantasia, ficção científica, relações humanas e distopias.

Saber quem você é enquanto autor traz uma segurança maior na hora de montar uma estratégia de conteúdo. E não só isso. Saber quem você é facilita que o seu leitor se identifique com você e que tenha uma conexão imediata com o seu trabalho.

Então, descubra quem você é enquanto autor, sobre o que você quer falar e como você quer que seus leitores lembrem de você.

3 Descubra o formato de conteúdo e a plataforma ideal para o seu público

E por último, mas não menos importante, descubra qual formato de conteúdo funciona melhor para o seu público.

Isso porque não apenas o formato influencia a maneira como você vai produzir conteúdo, mas também qual (ou quais) plataformas você vai se focar.

O ideal é que você tenha uma plataforma como foco e use outras como apoio. Por exemplo, se você entendeu que seu público está no Instagram, produza conteúdo pensando no Instagram e depois replique para as outras redes.

 

Isso impede que você perca tempo produzindo conteúdo para plataformas onde sua resposta vai ser mínima e foque na que mais vai gerar resultado.

Quanto ao formato, ele vai depender completamente do seu público.

Digamos que você escreve para adolescentes e sua pesquisa provou que sua audiência é de adolescentes. Provavelmente, seu melhor formato de conteúdo serão vídeos curtos e stories, ambos pensados para o Instagram. Já se seu nicho são os romances hot e sua audiência são mulheres com mais de 35 anos, os formatos e as plataformas mudam.

Por isso, em caso de dúvida, teste!

Digamos que você seguiu todas as dicas. Agora você está munido com a descoberta de quem é sua audiência e quem é você enquanto escritor. Porém, tem dúvidas sobre os formatos.

Certo, chegou a hora dos testes.

Tudo no mundo digital é feito de hipótese, teste e recálculo de rota. Nem sempre a primeira aposta que você fizer vai estar correta, por isso esteja preparado para apostar, falhar e recalcular.

Trace um plano de conteúdo e teste, sempre de olhos nos números.

Por exemplo, você tem a hipótese de que seu público vai gostar de um reels que segue uma trend cômica no Instagram.

 

 

Certo, o próximo passo é postar esse reels e observar. Ele teve mais ou menos likes do que suas postagens normais? Teve a mesma quantidade? Como foram os comentários? Teve compartilhamentos? Como está sendo a resposta do público?

Os números de cada ação precisam ser levados em conta para entender se é isso mesmo que seu público quer.

Seguindo nesse exemplo, se por acaso os números do reels forem menores do que normalmente você tem, se não teve comentários e você percebe que não gerou barulho nenhum do seu público, faça um novo teste.

E vá apostando e recalculando até descobrir qual formato combina melhor com quem é sua audiência.

Em resumo…

A produção de conteúdo para escritores pode parecer simples, mas é bastante complexa porque depende de pequenas informações que significam muito para a estratégia.

Por isso, preste atenção aos 3 pontos que apresentei aqui e faça testes!

Caso você ainda tenha dúvidas e queira conversar com uma profissional de marketing literário para entender melhor como executar uma de produção de conteúdo para escritores, fale comigo!

 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.