As personagens femininas em Jogos Vorazes, da Suzanne Collins

As personagens femininas em Jogos Vorazes, da Suzanne Collins

Jogos Vorazes é uma trilogia de livros que ganhou o mundo ao apresentar a distopia para os adolescentes. O subgênero já é um velho conhecido de quem já leu os clássicos, mas a obra de Suzanne Collins atingiu uma nova demografia: os adolescentes.

Especialmente as meninas adolescentes justamente por ter um elenco de personagens femininas fortes e diversas em sua trama.

A trama é encabeçada por Katniss Everdeen, uma adolescente que é escolhida para participar dos Jogos Vorazes, um sangrento reality show em que os participantes precisam competir até a morte entre si.

A representação feminina na obra de Suzanne Collins

Jogos Vorazes tem uma trama bem construída e com questões complexas sobre política, sociedade e mídia. Além disso, traz um leque bem abrangente de personagens femininas.

Na trama, nós acompanhamos mulheres completamente diferentes umas das outras, com objetivos distintos e maneiras distintas de lidar com o mundo.

Primeiramente, é interessante de se notar é todas essas personagens acabam se tornando espelhos e motivações para o que a protagonista, Katniss, precisa naquele momento. E embora possa parecer que elas apenas estão ali para servir ao plot, essas personagens deixam sua marca e se destacam.

Nenhuma delas precisa ser degradada para que Katniss aprenda uma lição ou se eleve enquanto heroína.

Forte relação entre irmãs

Uma das representações mais fortes de mulheres na série de livros está na amizade e na sororidade que existe entre Katniss e Prim, sua irmã mais nova. Toda a trama dos livros acontece por causa dessa relação.

Katniss nunca teria participado dos jogos vorazes se não tivesse se voluntariado no lugar da irmã. Ela nunca teria aceitado fazer parte da revolução em Panem se não fosse pela segurança de Prim.

katniss e prim

A relação entre as duas é gatilho para que Katniss tome uma atitude fora de sua zona de conforto. E é interessante observar esse tipo de gatilho porque é diferente daquele que estamos acostumados em história de aventura e distopias para adolescentes.

Em Jogos Vorazes, Katniss se torna o tordo sem nenhuma intenção egoísta ou porque ela não se encaixa na sociedade em que vive, muito menos porque ela é especial de alguma forma. A protagonista não é levada a isso por um amor ou um relacionamento, tampouco.

Katniss é motivada pelo amor que sente pela irmã e pela necessidade de vê-la protegida.

As mulheres de Jogos Vorazes

Para fazer essa análise, elencamos doze personagens, algumas de menor importância na história e algumas com maior participação:

Annie Cresta

Annie é uma personagem que começa a ganhar maior notoriedade a partir do segundo livro da série.

Ela venceu os Jogos Vorazes para o Distrito 4 em algum momento e é noiva de Finnick Odair, um dos companheiros de revolução de Katniss e também vencedor dos Jogos Vorazes.

annie

Annie é uma personagem bastante sensível que respondeu à toda sua experiência na Arena com sofrimento mental. Ela mostra justamente como os Jogos podem afetar alguém que não tem uma mente tão forte e que é mais suscetível.

Essa personagem representa uma fatia mais sensível de mulheres, aquelas que não podem seguir sozinhas depois de um trauma e que precisam de ajuda. Porém, que não são mulheres fracas.

Anne venceu sua edição dos Jogos, ela apenas respondeu a tudo isso de uma maneira diferente e mais sensível.

Mags

Mags se voluntaria no lugar de Annie durante a 3ª edição do Massacre Quaternário e foi mentora de Finnick durante os jogos dele. Essa personagem representa uma fatia com pouco destaque na literatura jovem: os idosos.

No tempo de sua aparição no segundo livro, Mags tem oitenta anos e apesar de sua idade avançada é uma guerreira, pois aceita se voluntariar no lugar de Anne. Ela é o sacrifício e a sabedoria neste livro.

Mags se sacrifica duas vezes durante a história, a primeira quando se voluntária e a segunda quando aceita sua morte dentro da Arena para que Peeta fosse salvo. Ela também é extremamente sábia, podendo fazer anzóis com qualquer material.

mags

Wiress

Essa personagem tem uma participação pequena no segundo livro, mas é bastante importante para a trama porque é ela quem vê o óbvio dentro da Arena.

Wiress é a personagem feminina que melhor representa a inteligência no sentido acadêmico da palavra. Porém, ela também traz a ideia da genialidade dentro da loucura.

Depois de participar de sua edição dos Jogos, Wiress desenvolveu problemas, não perdeu sua genialidade, tanto que é ela quem descobre que a Arena de Em Chamas é um relógio.

wiress

Cressida

Vinda da Capital, Cressida é a diretora de todos os vídeos publicitários de Katniss. Nesse sentido, acredito que ela seja importante para descrever aquela fatia de mulheres que valorizam o trabalho como parte essencial.

Cressida é uma mulher super prática, que se entrega ao trabalho com paixão e que, por mais emocionante que seja o momento, consegue manter o foco e continuar trabalhando para aquilo que acredita ser certo.

Outro ponto interessante da personagem é que ela é uma figura de poder dentro de sua equipe. Apesar de Plutarch ser o grande diretor criativo da campanha, é ela quem está tomando as decisões no dia a dia da equipe.

cressida

Madge Undersee

Essa é uma personagem que tem um papel essencial na trama do primeiro livro, mas que foi negligenciada pelo primeiro filme. Madge é filha do prefeito do Distrito 12 e o mais próximo que Katniss tem de uma amiga.

Madge representa um pouco de normalidade na vida de Katniss, além de uma convivência saudável com as meninas ao seu redor. É curioso que até o terceiro livro, com a chegada de Johanna ao Distrito 13, Katniss não tinha amigas.

As mulheres que ela tinha ao seu redor para conversar eram sua irmã, sua mãe e as figuras de autoridade em Effie e Alma Coin. Então, a presença de Madge trazia um pouco mais de normalidade para Katniss.

Além disso, é Madge quem dá o broche de tordo para Katniss ainda no primeiro livro, fazendo parte da fagulha na rebelião que se segue, mesmo sendo uma parte ínfima.

Johanna Mason

A personagem vinda do Distrito 7 ganha destaque a partir do segundo livro, Em Chamas, e ela tem a agressividade como um traço característico muito forte.

Johanna tem pavio curto, não segura a língua quando acha que foi injustiçada e, apesar de parecer que seu personagem é só isso, ela tem muitas outras camadas que aparecem especialmente no terceiro volume da trilogia.

Ela é bastante importante para a construção da agressividade da própria Katniss e chega na história no momento exato em que nossa protagonista precisava ser guiada. 

johanna

Rue

Rua também é uma personagem que serve para ascender a protagonista e mostrar o que há de pior nos Jogos. Nós sabemos que crianças e adolescentes morrem na Arena, mas ver essa mesma situação com a Rue nos destrói.

Essa personagem, apesar de ser uma personagem por si própria, que ensina muitas coisas para Katniss, também representa algo. Ter a Rue na Arena consigo é para a Katniss quase como se a Prim estivesse ali com ela.

E além disso, a morte da Prim funciona como mais uma fagulha para despertar o tordo na Katniss. Ela sente como se tivesse deixado Prim morrer quando jurou que não deixaria, então esse acontecimento triste acende algo na protagonista.

rue

Sra. Everdeen

A mãe de Katniss e Prim é talvez uma das personagem mais humanas e falhas na narrativa. Nós nunca chegamos a saber o primeiro nome dela, mas sabemos que ela é uma mãe relapsa para as duas no primeiro livro e que depois da morte da Prim se torna uma mãe relapsa para Katniss.

A impressão que passa é de que a Sra. Everdeen nunca quis ser mãe e que ela não sabe como ser mãe. Ela parece não saber como lidar com os próprios sentimentos e com a maternidade em si.

Porém, é interessante notar que ela é a única personagem mãe da história, aquela que ainda é mãe. A Presidente Coin já foi mãe e as outras personagens ainda não são mães, mas a Sra. Everdeen é.

Ela deveria representar a maternidade na história, mas acaba soando como uma mãe que não entende como ser mãe.

sra. everdeen

Effie Trinket

Durante o primeiro livro é bem provável que muitos dos leitores não gostassem da Effie porque seus modos são muito estranhos para Katniss e, de certa forma, a protagonista a acha ridícula.

Com suas perucas coloridas e roupas espalhafatosas, Effie é a representação da Capital em Jogos Vorazes, a personagem que nos apresenta a superficialidade daquele mundo e algo a se lutar contra.

Porém, ela é a primeira figura de autoridade feminina que Katniss conhece. No Distrito 12, existe o prefeito e os pacificadores. Haymitch é seu mentor e sua mãe não é uma autoridade. Então, é interessante ver que alguém tão “ridículo” mostra que mulheres podem ter uma situação de “poder” também.

effie

Alma Coin

Uma personagem que ganha muito destaque no terceiro livro, e que a gente passa a conhecer melhor, é a Alma Coin. Ela é presidente do Distrito 13, da nação rebelde, e é interessante porque ela se torna antagonista na mesma medida que o Presidente Snow.

Ela vem de uma background bastante sofrido. Perdeu a família, a filha e o marido, cresceu em um lugar abandonado e escondido, vive em constante perigo e carrega nas costas a esperança de todos que vivem no Distrito 13.

A Presidente Coin e fria e calculista, mas nós entendemos que essa fachada é o que restou para ela. Sem família, ela pode apenas lutar pela causa rebelde e tentar conquistar de volta o que foi tirado deles.

A vida dessa mulher é a rebelião, talvez por isso ela tenha um comportamento um tanto extremo. A Presidente Coin preza pelos ideais, pela ideia de liberdade, e acaba esquecendo dos indivíduos.

alma

Primrose Everdeen

A principal característica que a irmã de Katniss carrega é ser uma criança que teve que crescer muito rápido no decorrer dos três livros. Ela aparenta ser uma criança, mas cresceu e amadureceu por conta dos acontecimentos e da situação de vida que ela tem.

Até o momento em que a guerra estoura, Prim era protegida por Katniss e não precisava pensar por si, porque a mais velha sempre tinha tudo resolvido. Porém, Katniss precisa se afastar e Prim acaba se forçando a ser por ela própria.

Algo interessante é que Prim sempre sabe a coisa certa a se dizer, apesar da pouca idade. Katniss a procura quando precisa entender algo e quando precisa agir e os conselhos de Prim sempre a colocam no caminho certo.

É uma tristeza que a personagem tenha morrido no terceiro livro porque ficamos curiosos em saber quem ela teria se tornado e o que teria feito de sua vida depois que a guerra acabou.

prim

Katniss Everdeen

A protagonista de Jogos Vorazes é, sem dúvida, a personagem mais complexa desse livro e da literatura YA. Ela é cheia de nuances e que passa por muitas coisas difíceis durante a vida antes e depois dos Jogos.

Katniss é bastante endurecida pela vida, ela é uma menina que sofreu, e que ainda sofre, muito, mas ainda assim ela é uma personagem que sabe amar. Ela tem muito maior pela Prim e esse amor que ela sente, ela não entrega para qualquer um.

Na verdade, é bastante improvável inclusive que ela ame o Peeta ou o Gale. Não existe tempo para amor romântico na vida da Katniss, tem muito mais coisas acontecendo ao redor dela. Todo o amor que ela é capaz de sentir parece ter sido direcionado para Prim quando Katniss precisou ser a chefe da família.

katniss

Ao longo dos livros, nós vamos acompanhando essa personagem colecionar cicatrizes físicas e emocionais, sofrer traumas e desenvolver problemas psicológicos. Não fosse a ajuda do Peeta nos últimos capítulo de A Esperança, provavelmente não veríamos a personagem no mesmo estado depois de tudo.

É interessante o rumo que a vida dela toma porque mostra para gente que nem sempre o sofrimento nos deixa mais fortes. Na maior parte das vezes, ele nos quebra até que a gente consiga encontrar razão para continuar.

E o que você achou dessa análise das mulheres de Jogos Vorazes, série escrita por Suzanne Collins?

 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *