Pular para o conteúdo
NaNoWriMo: o desafio de escrever um livro em 30 dias e a minha participação em 2015 e 2016

NaNoWriMo: a minha participação em 2015, 2016 e 2017

Marcações:

O NaNoWriMo é um projeto de escrita sem fins lucrativos que acontece mundialmente no mês de novembro.

A ideia é desafiar escritores iniciantes a colocar suas ideias no papel e escrever 50 mil palavras durante 30 dias, o equivalente a um livro.

NaNoWriMo é uma sigla para National Novel Writing Month e, embora desafie escritores a escrever um livro, o objetivo do projeto não é lançar livros, mas incentivar os participantes a escrever.

Para o NaNoWriMo, o importante é escrever, colocar ideias e cenas no papel. Uma das características mais interessantes do NaNoWriMo é o incentivo à escrita para autores iniciantes.

O desafio conta com um site onde o participante pode cadastrar seu projeto, anotar diariamente o número de palavras escritas e ver o balanço geral da sua participação na edição.

Eu, como boa autora em processo que sou, participei do NaNoWriMo por três anos seguidos.

Comecei em 2015 e a minha última participação foi em 2017, usando a mesma história e o mesmo projeto nas três edições.

Eu registrei o meu processo de escrita em vídeo. Confira:

NaNoWriMo 2015

2015 foi o primeiro ano em que eu participei do NaNoWriMo e foi uma experiência incrível.

A ideia para o que eu queria escrever veio de um conto sobre monstros, guerreiros e bruxas que eu escrevi para um concurso, mas nunca cheguei a enviar.

Eu vi potencial na história e resolvi usar o tempo no desafio para estruturar a narrativa.

No primeiro dos vídeos, eu introduzi o assunto e dei um contexto sobre o meu conto:

Durante a primeira semana de desafio, eu cheguei ao número de 2.095 palavras escritas, mas comecei a me sentir pressionada com a ideia de precisar escrever todos os dias.

Muitos autores dizem que escrever é um hábito e uma tarefa diária, mas nessa primeira semana, eu não tinha conseguido encaixar isso na minha agenda ainda.

Porém, eu consegui avançar bastante na trama da história.

No vídeo, também, eu falei sobre as inspirações que o mundo real me trouxeram para o mundo que eu estava criando.

Depois do update da primeira semana, eu apenas trouxe o assunto de volta quando cheguei ao final do desafio, já em dezembro. Ao final do desafio, eu cheguei em 11.025 palavras, cumprindo 22% da meta.

No geral, foi uma experiência interessante, especialmente porque eu consegui desenvolver o local onde passa a história, a cultura, a aparência dos personagens e a ambientação de tudo.

Foi interessante registrar esses momentos porque eu consegui observar os meus ciclos de inspiração e a maneira como eu crio.

Eu cheguei ao final do NaNoWriMo 2015 entendendo o meu processo de criação, as coisas que me deixam inspirada e como eu escrevo.

NaNoWriMo 2016

No ano seguinte, eu voltei a participar do NaNoWriMo com a mesma história do ano anterior.

Dessa vez, o desafio que eu me estipulei não foi escrever um conto, mas editar esse conto.

Sim, durante o ano que se passou entre um desafio e outro, eu consegui terminar de escrever o conto, eu apenas precisava editar e aperfeiçoar.

O interessante desse segundo ano de participação no desafio foi que eu já tinha tudo estruturado na minha cabeça, inclusive revelando a trama e o nome da história para o público.

Na época, eu tinha 38 páginas escritas e estava reescrevendo o que eu não tinha gostado, por isso, não me estipulei uma meta de palavras, mas de tempo.

Nos primeiros quinze dias de NaNoWriMo, eu consegui chegar a uma marca de 3025 palavras. Ao todo, o conto estava com 41 páginas nesse ponto.

Nesse meio tempo, eu também criei um “diário de escrita” para acompanhar o que eu já escrevi, as características que eu escrevi e para evitar que tenha incoerências durante a história.

Ao final dos 30 dias de desafio, eu não consegui terminar a edição do conto.

Finalizei o NaNoWriMo 2016 com 46 páginas de conto e tendo a certeza de que o meu conto ainda ficaria maior porque a ideia era deixar a história ainda mais completa.

Ao todo, eu terminei o desafio com 7482 palavras.

O meu resultado não foi bom para o NaNoWriMo, mas foi ótimo para o meu objetivo. Eu adiantei a história em 20 páginas, deixando a trama mais completa e coesa.

NaNoWriMo 2017

Em 2017, um ano depois, eu retomei a escrita desse conto e coloquei a meta de terminar a edição e lançar o conto em dezembro porque já fazia muito tempo que eu estava trabalhando nele.

Dessa vez, eu tinha a segunda versão completa do conto, que tinha um total de 62 páginas.

O meu problema em 2017 era que eu avancei demais na história, escrevi demais e estava com um ritmo lento e quase enfadonho.

Por isso, a ideia era cortar o que era desnecessário e lançar a história, porém, não consegui.

Em conclusão, não consegui encerrar o NaNoWriMo em 2017, não lancei o conto e ainda tenho a história no meu drive esperando ser finalizada.

Hoje, o meu conto tem 61 páginas, 28.590 palavras e perspectiva nenhuma de lançamento. Quem sabe numa próxima?

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.