Pular para o conteúdo

Como estipular (e cumprir) suas metas de escrita para 2022 com 14 dicas

O ano está acabando, e junto com ele vem a tradição de estipular metas de escrita para o ano seguinte.

Eu aposto que você já começou a definir as suas, então eu pergunto: você sabe mesmo como estipular metas? E o mais importante: sabe como cumpri-las?

O final de um ano é um momento em que colocamos tudo em perspectiva, e muitas pessoas saem desse período com metas para o ano seguinte.

No caso dos escritores, estamos falando da famosa meta de “escrever um livro”.

Por si só, estipular essa intenção é ótimo, já que metas de escrita são essenciais ao trabalho de quem escreve. Porém, os problemas começam quando você, por não saber, estipula metas irreais e não sabe como cumpri-las.

O resultado é começar o ano animado, mas perder a motivação aos poucos até chegar em dezembro com metas inalcançáveis acumuladas.

Eu não quero que isso aconteça com você em 2022.

Por isso, eu trouxe um conteúdo completo com tudo o que você precisa saber sobre metas de escrita. Desde o que é uma meta até ferramentas que podem ajudar a manter a constância.

Neste artigo, você vai conferir:

O que são metas de escrita?
Por que definir metas de escrita?
O que é o método SMART?
Como definir metas de escrita com 4 dicas
7 dicas para conseguir cumprir as metas que você definiu
3 dicas de ferramentas que ajudam você a cumprir suas metas
Para concluir…

O que são metas de escrita?

Uma meta, de maneira geral, é um fim que se quer atingir.

A meta é um objetivo exato e que se pode quantificar. Ou seja, algo que você consegue traçar um plano para alcançar.

Diferente de um sonho ou de um desejo, uma meta é quantificável. Isso significa que você precisa conseguir medir se chegou até ela ou não.

No caso de um escritor, uma meta pode ser escrever um livro, participar de uma antologia, ganhar um prêmio, vender 100 exemplares, etc.

Qual é a diferença entre objetivo e meta?

É fácil confundir o conceito de objetivo com o conceito de meta, porém, diferente da meta, o objetivo é menos palpável.

Um objetivo é um desejo, uma intenção ou um propósito. Nesse sentido, a meta é uma maneira de chegar ao objetivo.

Por exemplo, você pode dizer que seu objetivo de vida é ser escritor. Porém, não pode dizer que sua meta é ser um escritor porque “ser escritor” não é algo facilmente quantificável.

Como se mede o quanto uma pessoa é um escritor? Pela quantidade de livros que lançou? Pela qualidade? Pela quantidade de livros que vendeu? A resposta é incerta.

Agora, quando você diz que seu objetivo é ser um escritor e que uma das suas metas para 2022 é escrever um livro, isso sim é quantificável.

Você está usando a meta para chegar ao objetivo e pode medir. Se você escreveu o livro, conseguiu alcançar a meta.

Por que definir metas de escrita?

Quando trabalhamos com algum tipo de arte, é comum pensarmos em não “apressar” o processo. Porém, é sabido que a escrita tem muito a ver com compromisso e dedicação do que talento ou inspiração.

Então, se o seu objetivo é ser um escritor, as metas precisam fazer parte da sua vida. Isso porque elas ajudam a profissionalizar o trabalho e colocar um ritmo na escrita.

Quando você se propõe a escrever um livro, está, de certa forma, gerenciando um projeto. E nenhum projeto consegue sair do papel se a gestão não for feita.

Isso inclui a idealização de um cronograma, a distribuição de tarefas em um calendário e a gestão do tempo.

Ou seja, se você quer escrever um livro em 2022, precisa distribuir a escrita durante os 12 meses e tornar esse um compromisso inadiável.

Leitura crítica técnica

O que é o método SMART?

Falar sobre definição de metas sem citar o método SMART é impossível. Isso porque esta é uma maneira de estipular metas que realmente funcionam.

SMART é um acrônimo em inglês para Specific (Específico), Mensurable (Mensurável), Attainable (Alcançável), Relevant (Relevante), Time-based (Temporal), e se refere às características que uma meta precisa ter.

Segundo o método SMART, para estipular uma meta você antes precisa identificar se ela é:

  • Específica (S): como citei, não adianta dizer que você quer ser escritor sem dizer o que vai fazer para chegar lá. “Escrever um livro” é uma meta específica, enquanto “ser um escritor” não é. Além disso, se você quiser, pode ser ainda mais específico discriminando o gênero no qual quer escrever ou sua intenção com a história.
  • Mensurável (M): seguindo o exemplo, você consegue medir se escreveu um livro pelo número de palavras, se a história teve um fim e se o livro foi lançado. Não esqueça que é preciso poder quantificar para ser uma meta.
  • Alcançável (A): é muito importante que uma meta seja realista, senão ela se torna inalcançável e isso é um tiro no pé para o escritor. Por exemplo, você pode definir que quer escrever um livro como meta, porém precisa avaliar se você vai ter o tempo hábil para isso e se essa meta não está sendo muito ambiciosa para o que você pode entregar no momento.
  • Relevante (R): se você gosta mais de escrever contos, por exemplo, e estipulou a meta de escrever um romance porque acha que escritores de verdade escrevem romances, tem muitas chances de se frustrar. Isso porque se a meta não for relevante para o que você quer, ela vai ser apenas uma dor de cabeça e não um passo no caminho para um objetivo.
  • Temporal (T): por último, uma meta precisa estar distribuída dentro de um período de tempo ou ela perde todo seu poder. Por exemplo, em vez de só estipular que você quer escrever um livro, estipule que você quer escrever um livro dentro de 12 meses. Assim, fica mais fácil distribuir a meta, o que facilita cumpri-la.

Como percebemos, o método SMART é uma das maneiras mais eficientes de estipular uma meta que vamos conseguir cumprir. A dica aqui é tentar passar as suas metas por esse crivo, sempre levando esses cinco aspectos em conta.

Por exemplo, quando estipular sua meta de escrever um livro em 2022, confira:

  • se ela é específica o suficiente;
  • se tem um limite temporal para acontecer;
  • se é o que você quer de verdade;
  • se você vai conseguir trabalhar para fazê-la acontecer;
  • se você vai conseguir perceber que a alcançou quando chegar ao final.

Respondendo “sim” para esses aspectos, basta fazer acontecer.

Como definir metas de escrita com 4 dicas

O método SMART é uma ótima maneira de filtrar e ajustar as suas metas, porém existem diversos outros aspectos para se levar em conta.

Abaixo, eu listei algumas dicas extras para você:

1 Quebre metas grandes em metas menores

Um ponto importante para se levar em consideração, e que o método SMART não cobre, é o tamanho das metas.

Escrever um livro pode ser uma meta de curto prazo, que acontece em até 12 meses, mais ou menos, mas ainda é uma meta grande com a qual se trabalhar.

Uma maneira de facilitar, então, é quebrar essa meta grande em metas menores.

Nesse sentido, em vez de você só trabalhar com a meta de “escrever um livro em 12 meses”, pode trabalhar com “escrever X capítulos por mês” ou “X palavras por semana”, por exemplo.

Trabalhar com metas menores ajuda a deixar o processo mais palpável.

2 Tenha um plano de ação

Como eu já disse, para fazer uma meta acontecer, você precisa ter um plano de ação, e ele começa com a disposição das tarefas.

Você pode começar se perguntando o que precisa fazer para escrever o seu livro no período estipulado e fazendo uma lista. As etapas básicas são:

Então, tendo as etapas básicas, você pode começar a trabalhar nas tarefas que estão dentro de cada uma delas.

Por exemplo, dentro do planejamento você pode listar “definir personagens” e “estabelecer os pontos-chave”.

Por sua vez, dentro da etapa de escrita, você lista a quantidade esperada de capítulos.

3 Estabeleça um cronograma

Tendo o plano de ação, com as tarefas que você sabe que vai precisar fazer, o próximo passo é estabelecer um cronograma.

E você faz isso, distribuindo as tarefas e etapas dentro de um calendário.

Se sua meta estabelece que você vai escrever um livro em 12 meses, você precisa pensar em quanto tempo quer dedicar para a etapa de planejamento, escrita e revisão.

E depois de distribuir as etapas, distribua as tarefas também.

No caso da etapa de escrita, você pode distribuir no cronograma a relação de capítulos e quantos dias espera dedicar para cada um deles.

A ideia é você ter uma ideia de quanto tempo diário vai precisar dedicar para esse projeto e poder visualizar a sua meta, tornando-a mais palpável.

Algo necessário de dizer nesse momento é que nenhum cronograma é estanque.

Ou seja, se você precisar atrasar uma etapa em alguns dias, tudo bem. O importante é saber que a meta vai continuar acontecendo.

leitura critica - mary shelley escrevendo

4 Trabalhe com poucas metas de uma vez

Outro ponto importante é entender que trabalhar com muitas metas pode se tornar confuso e demandar demais do seu tempo.

Por isso, é importante definir metas relevantes para o seu objetivo pessoal.

Não adianta colocar como meta “escrever um livro” e se dedicar para ela quando você tem outros projetos no momento que demandam mais atenção e são mais urgentes.

Além disso, se você já estabeleceu uma meta e quebrou em pequenas metas, não deixe que elas se sobreponham.

Por exemplo, se você colocou como pequenas metas “escrever 5.000 palavras por semana”, não estipule também a meta de “escrever dois capítulos por semana”.

Isso pode mais atrapalhar do que ajudar.

7 dicas para conseguir cumprir suas metas de escrita

Agora que você entendeu como estipular metas de escrita, falta aprender uma lição mais importante ainda: como cumprir as metas.

E para ajudar você com isso, eu trouxe aqui 7 dicas. Confira:

1 Crie um compromisso público

Quando tiver certeza sobre as suas metas de escrita para 2022, crie um compromisso público.

Como isso funciona? Você vai até as suas redes sociais informar seus amigos e familiares que está escrevendo um livro.

Compartilhar a sua meta com quem você conhece ajuda a tornar a intenção mais palpável e real. Assim como também ajuda a diminuir suas chances de desistir.

2 Estabeleça uma rotina

Como eu expliquei acima, uma boa maneira de quebrar as metas grandes é estabelecer pequenas metas para serem cumpridas em intervalos menores de tempo.

E estabelecer uma rotina ajuda a conseguir cumprir essas pequenas metas, especialmente porque é bem possível que você distribua as metas em diárias ou semanais.

Por isso, pense em uma rotina de escrita que caiba no seu dia a dia e que seja efetiva, mesmo que você só consiga reservar 30 minutos por dia para escrever.

Isso ajuda a criar constância e o hábito da escrita.

3 Tire a desistência do seu roteiro

Um ponto importante de trabalhar com uma meta é entender que você, simplesmente, não pode desistir.

Se a meta que você estabeleceu é algo relevante para você e vai ajudar no seu objetivo, tire a desistência do roteiro.

Pensar no que você quer como algo que não tem alternativas torna mais difícil inventar desculpas.

4 Seja firme com você mesmo

Da mesma forma que você precisa esquecer a desistência, precisa se gerenciar bem.

Se o seu cronograma diz que você precisa entregar dois capítulos por mês para poder cumprir a meta, faça o que o cronograma diz.

Se você deixar para depois com a desculpa de que você é seu próprio chefe e pode compensar no dia seguinte, as metas vão se acumular e você vai acabar desistindo.

5 Respeite as pausas para descansar

Ao mesmo tempo em que você precisa ser firme para escrever, também precisa ser firme quanto ao seu descanso.

Uma mente cansada não é tão produtiva quanto uma mente descansada, então respeite as pausas para descansar. O cérebro utiliza esses momentos para desopilar e chegar em novas ideias.

Por isso, assim como você coloca os momentos de trabalho na rotina, lembre-se de também antecipar os momentos de descanso.

como resolver o bloqueio criativo com 16 técnicas

6 Comemore pequenas conquistas

Quebrar uma grande meta em pequenas metas traz uma possibilidade da qual o cérebro gosta: trabalhar com recompensas.

Funciona assim: sempre que você conquista uma pequena meta, você se dá um prêmio.

Digamos que você conseguiu escrever os dois capítulos que queria dentro do prazo estipulado. Essa é uma conquista, então premiê-se por isso!

Você pode definir recompensas de acordo com as metas alcançadas.

Por exemplo, terminar uma meta semanal dá um doce como recompensa, enquanto terminar uma meta mensal dá um jantar. Assim, quando terminar o livro e cumprir a maior meta, você se premia com algo grande que queria.

Isso ajuda a tornar a ideia de cumprir metas atrativa para o seu cérebro.

7 Acompanhe seu progresso

Parte essencial de cumprir metas é poder medir. Então, além de saber que você chegou lá, é preciso entender se você está no caminho certo.

Por isso, acompanhar o processo é uma dica de ouro.

Você pode fazer isso estipulando KPIs, que são indicadores de desempenho. Isso significa que você vai definir o que é importante analisar.

Um bom indicador de que você está avançando na meta de escrever um livro é se está chegando perto do final, por exemplo. E isso pode ser medido pela quantidade de palavras, número de capítulos ou pelos pontos-chave abordados.

3 dicas de ferramentas que ajudam você a cumprir suas metas de escrita

E já que falamos sobre medir o seu desempenho e acompanhar o avanço das metas de escrita, trouxemos também dicas de ferramentas que podem ajudar nesse processo.

Confira abaixo minhas 3 indicações de ferramentas online gratuitas:

1 Trello

O Trello é uma ferramenta de gerenciamento de projetos ao estilo kanban que ajuda a expor tarefas e cronograma de maneira visual.

Nessa ferramenta, você pode criar colunas com as etapas da sua meta e distribuir as tarefas de cada etapa em cartões.

Os cartões podem ser alocados em um calendário e você pode dar um “check” sempre que finalizar uma tarefa.

2 Google Docs e Google Drive

O Google Docs é um editor de texto online que você pode acessar de qualquer dispositivo, basta ter internet. Ele expõe a sua contagem de palavras também.

Além disso, os documentos do Google Docs ficam dentro do Google Drive, que basicamente funciona como um HD na nuvem.

Então, você pode ter uma pasta para o seu livro e arquivar lá dentro tudo o que for necessário: ficha de personagem, imagens de referência, mapas, arquivos de planejamento, o manuscrito, etc.

3 NaNoWriMo

E, por último, uma ferramenta interessante de registrar o seu processo de escrita e entender quais são seus hábitos é o site do NaNoWriMo.

O NaNoWriMo é um projeto de incentivo à escrita que acontece todo novembro, e há algumas edições o site deles se transformou em uma ferramenta para escritores.

Dentro do site, você faz seu login e pode cadastrar um projeto de livro e uma data de quando quer terminá-lo, mais ou menos, além de uma meta de palavras.

Depois disso, você pode ir adicionando o número de palavras escritas a cada seção.

E fazer isso resulta em estatísticas sobre o seu processo, como: média de palavras diárias, ritmo de escrita, período do dia você escreve mais e um gráfico com o avanço das palavras.

Para concluir…

Chegando ao final deste artigo, eu espero que você tenha aproveitado as dicas e se sinta pronto para estipular metas de escrita que você vai conseguir alcançar e se orgulhar quando dezembro de 2022 chegar.

Lembrando que, caso surja alguma dúvida, você pode me chamar para batermos um papo sobre seus planos de escrita!

Aproveite para ler também os artigos abaixo:

Como organizar as ideias e começar a escrever um livro?

Como resolver o bloqueio criativo com 16 técnicas


Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.