Pular para o conteúdo
Lugares no planeta Terra que seriam ótimos cenários para o seu mundo fantástico

Lugares no planeta Terra que seriam ótimos cenários para o seu mundo fantástico

Marcações:

Eu não sei vocês, mas quando eu começo a criar um mundo fantástico, uma das primeiras coisas que eu faço é imaginar a geografia desse lugar.

Especialmente porque a geografia interfere muito na ambientação da sua história e na cultura do povo que você está criando.

Para entender essa relação, basta olharmos para o nosso mundo real.

BANNER DE SERVIÇOS EDITORIAIS

Todos os povos se desenvolvem a partir de sua relação com o local onde vivem geograficamente e, por isso, as culturas desses povos e suas línguas são como são.

Na hora de montar o mapa do meu mundo fantástico, algo que eu gosto de fazer é usar lugares reais na terra, porém com um twist. Eu gosto de pegar uma ilha e inverter o posicionamento dela.

Gosto de mudar ilhas de lugar ao redor de um continente ou modificar completamente as florestas e desertos do lugar.

E se fosse ao contrário?

Mas, existem regras!

Para criar um mundo fantástico realmente interessante, é legal você tentar deixar esse mundo mais palpável, como se o seu leitor pudesse encontrá-lo no mundo real.

E para isso, existem algumas regras para prestar atenção. O canal WASD20 fez um vídeo sobre isso, elencando as 10 regras geográficas que o seu mapa nunca deveria quebrar.

Você pode assistir aqui.

Certo, agora que a gente já estabeleceu que existem algumas regras, vamos aos lugares mais legais do planeta Terra que podem servir de inspiração para o seu mundo fantástico.

Um cenário onde todo o gelo derreteu

Uma das categorias macro que eu vou trazer aqui é um planeta terra no qual todo o gelo derreteu.

Antes de tudo, é preciso esclarecer que essa categoria não está falando sobre as histórias de como isso aconteceu com o planeta e nem sobre como os seres humanos estão vivendo nesse mundo.

A ideia dessa categoria é usar essas massas de terra diferentes como base para o mapa dos nossos mundos fantásticos.

O primeiro mapa que eu queria que vocês vissem é o mapa mundi onde as calotas polares derreteram e muitas das fronteiras que conhecemos não existem mais.

Ficamos com um mapa assim:

Mapa da Terra se todo gelo derretesse.

Imagine usar essa “nova Amazônia” como uma inspiração? Um povo vivendo no profundo de uma floresta e têm um mar a sua disposição.

Outra coisa interessante desse mapa são as massas de terra escondidas embaixo do gelo na Groelândia e Antártida.

A Groelândia seria um cenário muito interessante! Uma extensão enorme de terra com um lago no meio e cercada de montanhas.

Enquanto isso, a Antártida é uma massa grande de terra cercada de pequenas ilhas, quase como uma espiral. Ao contrário da Groelândia, esse mapa tem poucas montanhas e mais terrenos planos.

Groelândia e Antártida sem gelo.

Mapas alterados de lugares reais

Uma ideia para encontrar novos lugares usando os mapas que conhecemos é alteração.

Uma das minhas alterações favoritas é mudar a ordem que a Austrália, a Nova Zelândia e a Tanzânia ocupam no mapa. Como no exemplo abaixo:

Essa ideia é bastante simples, na verdade. A única coisa que você precisa fazer é recortar o formato de uma ilha, continente ou país e modificar as dimensões e posicionamentos.

Coloque a massa de terra de lado, aumente as proporções das ilhas ao redor, transforme um continente numa ilha e deixe tudo de ponta cabeça. A intenção é criar algo novo!

Lugares que são incríveis por si só

E existe no nosso planeta Terra, ainda, lugares que são incríveis apenas por existir e que seriam cenários perfeito do jeito como são.

O meu exemplo favorito é Tuvalu, um país bem pequeninho no pacífico sul.

Tuvalu é um cenário que pode render uma boa história porque sua principal ilha é vazada no centro, criando uma extensão de terra bastante estreita ao redor de uma lagoa.

O motivo dessa ilha ser assim é que, infelizmente, as mudanças climáticas estão fazendo com que a ilha afunde na água e cada vez menos veremos Tuvalu no mapa.

Outra ideia interessante é observar não só as massas de terra, mas os relevos de dentro d’água.

Mesmo que você não deseje criar uma história com um povo aquático, os desenhos que a terra faz debaixo da água costumam ser interessantes para servir de base para um mapa.

É o caso da Zelândia, por exemplo.

A Zelândia é uma massa de terra que fica em evidência debaixo do nível do mar.

Não se sabe se em algum momento, ela já esteve acima do nível do mar e foi uma massa de terra como as ilhas e continentes que conhecemos, mas é interessante que ela tem uma boa extensão de terra um relevo interessante.

E se a terra fosse plana?

Por último, eu tenho uma ideia maluca e na qual eu não acredito nem um pouco.

Mas e se você tivesse um mapa com oceanos, massas de terra e uma camada de gelo ao redor, impedindo que os seus personagens vissem o que existe do outro lado?

Não dá para negar que seria uma boa ideia de mundo fantástico para uma história ficcional. Mas apenas ficcional, tá bem?

E para este texto, é isso. Eu quis trazer um pouco a ideia de que a gente tem muitos lugares estranhos e incríveis no planeta terra que podemos explorar em histórias com um mundo fantástico.

Inscrevam-se na newsletter para não perder nenhum conteúdo!

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.