Leitura crítica técnica

Leitura Crítica Técnica: como saber se você está tratando um assunto com responsabilidade

Digamos que você escreveu um livro usando a segunda guerra mundial como plano de fundo e agora quer validar a representação do período. Chame alguém que presta leitura crítica técnica!

A ideia é que esse leitor profissional tenha conhecimento aprofundado sobre o assunto e sirva como um validador para a sua pesquisa.

O foco será em analisar se você cometeu algum erro de contexto histórico e se existe alguma representação problemática sobre o tema.

Porém, cuidado, a leitura crítica com viés técnico não é a mesma coisa que a leitura sensível. Vamos acompanhar um pouco sobre o assunto neste conteúdo!

Você vai ler:

Quais são os tipos de leitura crítica?
O que é a leitura crítica técnica?
Quando investir na leitura crítica técnica?
Como encontrar um leitor crítico técnico
Qual é a diferença entre leitura crítica técnica e leitura sensível?

Quais são os tipos de leitura crítica?

Dentro do serviço de leitura crítica, existem alguns tipos de leitura que são indicados para determinados fins.

Existe um tipo para quem quer avaliar como o livro vai soar para o leitor, o que foca no lugar do livro dentro do mercado editorial e o tipo que avalia assuntos específicos dentro do texto, normalmente em livros técnicos.

Nós chamamos esses três tipos de vieses e vamos falar um pouco sobre cada um abaixo:

Viés literário

A leitura crítica literária, ou com viés literário, é aquela que avalia a literalidade de uma obra, seus aspectos técnicos enquanto literatura.

Este é o tipo clássico de leitura crítica, quando um profissional lê seu livro de maneira técnica e aponta inconsistências e aspectos que poderiam ser melhorados.

Viés editorial

Já a leitura crítica com viés editorial, ou leitura crítica editorial, será uma avaliação mercadológica do livro.

Ela indica qual editora seria ideal para o livro, em qual gênero ele cabe e o que poderia deixá-lo mais adequado para o mercado.

Viés técnico

Por fim, a leitura crítica com viés técnico, que chamamos aqui de leitura crítica técnica, é o tipo mais complexo e, na maior parte do tempo, fica na área da não-ficção.

Ela existe para ser quem avalia como uma área ou assunto específico foi representado dentro de um livro, e se o autor cometeu erros técnicos ao falar sobre um conceito ou exemplos.

Qual é a diferença entre leitura sensível e leitura crítica?

O que é a leitura crítica técnica?

Portanto, a leitura crítica técnica é aquela que avalia como você representou uma área do conhecimento, um assunto específico ou um período de tempo dentro de uma obra de ficção (e não-ficção).

No meio acadêmico, esse tipo de leitura é bastante comum. Isso porque é necessário haver validação de fatos, checagem de termos e conceitos.

Já dentro da literatura de ficção, a leitura crítica técnica entraria como uma validação para o autor de que a pesquisa dele surtiu efeito.

Seguindo o exemplo que eu dei no primeiro parágrafo, digamos que você escreveu um livro sobre uma história de amor que está permeada na segunda guerra mundial e, para lançar o livro, você quer saber se não escreveu nada errado.

Um leitor crítico técnico seria alguém especializado em segunda guerra mundial e que leria o seu livro focando no que você disse sobre o período e como representou os marcos e as consequências nas vidas dos personagens.

A verdade é que passar um livro de ficção por uma leitura crítica técnica é um preciosismo. Porém, para evitar críticas negativas que foquem no assunto específico representado, ela pode se apresentar como um escudo.

Passar seu livro por esse processo também mostra preocupação com o tema e respeito.

Quando investir nesse tipo de leitura crítica?

A leitura crítica técnica é uma maneira de garantir que você está representando um período de tempo, um assunto e um conceito com acurácia.

Porém, nem todo livro precisa desse tipo de cuidado. Vou tentar dar alguns exemplos de quando é ideal investir nesse tipo de leitura crítica:

  • Quando você escreve um livro sobre um período histórico e esse período histórico está intrincado com a história. Exemplos: Segunda Guerra Mundial e Ditadura Militar no Brasil.
  • Quando você está tratando de temas como saúde mental e isso faz parte da jornada dos personagens. Exemplos: depressão e ansiedade, bipolaridade.
  • Quando você quer validar habilidades que os personagens tenham, mas que você não domina. Exemplos: lutas marciais e prática de música.
  • Quando a história se passa em um ambiente no qual você não tem vivência. Exemplos: personagens são policiais ou o dia a dia de um hospital.

Como encontrar um leitor crítico técnico?

Se você decidiu que o seu livro precisa passar por esse tipo de leitura crítica, vai precisar encontrar um leitor profissional especializado no assunto que você quer avaliar ou um profissional da área que esteja disposto a fazer o serviço.

O ideal é buscar pessoas que estudem a área ou que estejam inserido de algum jeito.

Por exemplo, para avaliar como os personagens tratam saúde mental na trama, fale com um profissional de psicologia. Se você quer avaliar a representação do cenário da Ditadura Miliar, faça a leitura crítica técnica com um historiador.

Como a leitura crítica pode ajudar o escritor a vender mais livros

Qual é a diferença entre leitura crítica técnica e leitura sensível?

A essa altura, você deve estar se perguntando qual é a diferença entre a leitura crítica com viés técnico e a leitura sensível, sendo que as duas lidam com a avaliação da representação de um assunto.

E a resposta é simples: a leitura sensível abraça representação de grupos, de minorias sociais, para garantir que a narrativa não está sendo preconceituosa e problemática.

Já a leitura crítica técnica avalia a representação de um assunto técnico dentro do livro.

Para concluir…

Nós falamos neste conteúdo sobre o que é a leitura crítica técnica, quais são os tipos de leitura crítica e quando você poderia se beneficiar desse serviço.

Espero que eu tenha conseguido tirar sua dúvidas e, se você quiser ler mais sobre o assunto, confira estes conteúdos:

O que é a leitura crítica e qual é a importância para o escritor?

Leitura beta, sensível e crítica: qual é a diferença entre elas

Como a leitura crítica pode ajudar o escritor a vender mais livros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *