Qual é a diferença entre leitura sensível e leitura crítica?

Qual é a diferença entre leitura sensível e leitura crítica?

Além do serviço de leitura crítica, existe a leitura sensível. Em ambos os casos, um leitor profissional lê o seu manuscrito com olhos atentos, buscando problemas a serem resolvidos, mas cada um desses serviços tem um propósito.

Enquanto a leitura crítica se preocupa com o desempenho geral do manuscrito, focando em estrutura, inconsistências e incoerências, a leitura sensível olha para os seus personagens e situações, a fim de identificar se existe alguma afirmação ofensiva a alguma minoria no seu texto.

Ao longo deste conteúdo, vou explicar melhor o que são cada um desses serviços, como eles funcionam e se eles servem para o seu manuscrito.

O que é a leitura crítica?

Eu já falei aqui no blog sobre leitura crítica em dois momentos, então vou deixar um link direto para os dois artigos aqui.

Mas, basicamente, a leitura crítica é um serviço prestado por um leitor profissional. Ao contratar a leitura crítica de um manuscrito, um escritor está dando permissão a esse leitor profissional para que ele encontre defeitos de estrutura, vícios de escrita e incoerências na trama ou nos personagens.

O leitor crítico aponta esses pequenos problemas como sugestões de ajuste para o leitor, não como obrigação. Lembre-se, a leitura crítica não é edição.

O maior benefício de contratar esse serviço é preparar o manuscrito para o aceite de uma editora tradicional. Com a alta demanda de originais, um manuscrito que se destaque por estar praticamente pronto é uma grande vantagem.

E o que é a leitura sensível?

Já a leitura sensível tem um objetivo diferente. Submeter o seu manuscrito a um leitor profissional para que ele faça uma análise sensível tem um caráter mais empático.

A leitura sensível serve para que o escritor entenda qual é o estado geral da representação de algumas demografias no seu manuscrito.

Se você tem personagens mulheres, LGBT ou pessoas não-brancas, pode estar utilizando alguns termos ou colocando esses personagens em situações ofensivas para as demografias em questão.

Temos o exemplos recente da tradução de “Cidade da Lua Crescente”, feita pela Editora Record e que não passou por leitura sensível, despertando polêmica em diversos grupos.

Enquanto no manuscrito original, a obra falava sobre pessoas negras e de pele escura, e tinha um personagem assexual, a tradução trouxe termos como “pele cor de caramelo” e “pele dourada”, e apagou o diálogo que mostrava a assexualidade.

Toda a controvérsia que se seguiu poderia ter sido evitada se a editora tivesse contratado uma leitura sensível para avaliar a tradução.

Nesse sentido, a leitura sensível aponta no seu texto termos e situações ofensivas que você, enquanto escritor, pode não saber que está senso ofensivo. Tudo isso para evitar polêmicas, controvérsias e o tão temido cancelamento.

Você precisa contratar os dois?

A grande verdade é que o escritor não precisa contratar nem a leitura crítica e nem a leitura sensível, mas elas são duas etapas interessantes para preparar o manuscrito para avaliação.

A vantagem é o seu original chegar nas mãos do editor e impressioná-lo com o quão profissional a sua escrita é. Além disso, a avaliação enviada pelos leitores críticos e sensíveis é um aprendizado e tanto para a sua escrita.

Também é interessante apontar aqui que nem sempre você vai precisar submeter seu manuscrito aos dois serviços, leitura crítica e leitura sensível, porque depende muito do seu objetivo.

Como eu comentei no tópico anterior, se você quer utilizar bastante diversidade de gênero, sexual e racial na história, e não faz parte de nenhum desses grupos, ou só de alguns deles, o ideal é entender exatamente o que você está dizendo no texto.

Isso ajuda a criar um ambiente muito mais seguro, empático e igualitário.

Em conclusão…

A leitura crítica e a leitura sensível são serviços que tem objetivos diferentes, mas que ajudam o escritor a profissionalizar sua escrita e tornar a trama apresentada no manuscrito muito mais inclusiva.

Enquanto leitora profissional, eu não ofereço o serviço de leitura sensível, mas se você quiser conhecer melhor o serviço de leitura crítica, clique aqui.

 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *