Pular para o conteúdo
Afinal, o que é um influenciador literário? E qual é o trabalho dele?

Afinal, o que é um influenciador literário? E qual é o trabalho dele?

Há alguns anos, alguém me pediu para escrever sobre o que era o trabalho de um influenciador literário.

E pela minha cabeça passaram várias ideias e metáforas diferentes. Eu não queria que fosse algo simples e direto, mas também não queria soar muito holística.

Porém, escrevi que ser influenciador literário é fazer o livro transcender. E de certa forma, essa é uma ideia que continua comigo.

O cinema fez o livro transcender

Eu tinha treze anos quando descobri que um livro podia transcender. Precisava fazer um trabalho para a escola sobre um livro e, por algum motivo, acabei com um exemplar de Harry Potter e a Pedra Filosofal nas mãos.

Eu já tinha visto o filme, mas não tinha ideia de que aquela história tão visual tinha vindo de um monte de letras. Era um mundo novo para mim, saber que algo que tem um formato pode se transmutar em outro.

Aquilo deu uma nova roupagem ao livro para mim, como se ele pudesse assumir um status que eu nunca antes tinha pensado. O livro transcendeu porque, se eu for usar uma metáfora de jogos, uma gamificação, subiu de nível.

Ele não era mais apenas um livro, ele também era um filme. Ele estava acumulando funções e chegando mais longe.

A ideia de que uma história podia se renovar dessa maneira me deixou perplexa e eu comecei a gostar ainda mais dos livros.

A partir daí, sempre que eu assisto a um filme, eu costumo me perguntar se aquilo vem de um livro e como as duas histórias se diferem.

Confesso que é sempre uma aventura essa busca.

Ser um influenciador literário é fazer o livro transcender mais ainda

Se eu já achava que o livro tinha um status diferente apenas por ter um filme adaptando sua história, imagina como eu me senti quando descobri que existia um universo inteiro na internet onde as pessoas falavam sobre literatura e acabavam criando legiões que as seguiam por causa disso.

Esse nicho tem uma responsabilidade grande no boom de histórias e fandons da internet, especialmente em livros de fantasia e romance.

Na época de lançamento de Crepúsculo, por exemplo, existiam sites dedicados à história, fóruns de fanfics e discussões. A mesma coisa aconteceu (e ainda acontece) com Harry Potter.

E essa nova revelação chegou a mim quando eu resolvi abrir o meu próprio canal de youtube sobre literatura para encontrar pessoas que liam a mesma coisa que eu.

Para entender como aquele universo funcionava, eu precisei pesquisar e analisar e cheguei à várias conclusões, mas uma se destacou:

A função do influenciador literário é trazer pessoas que gostam de um mesmo gênero para mais perto, é discutir as histórias dos livros, é encontrar maneiras de transformar livros em entretenimento e isso, na minha concepção, é fazer a literatura ganhar mais um ponto e subir de nível.

Estar na internet, e especialmente como influenciador literário, falando sobre literatura é fazer o livro transcender e se transformar em um local de encontro, como um grande clube de leitura.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.