Pular para o conteúdo
História ou estória: qual termo é o certo para se referir à ficção?

História ou estória: qual termo é o certo para se referir à ficção?

Dia desses, eu vi um anúncio no meu Instagram que tinha uma chamada parecida com a seguinte: “Quer publicar sua estória? Então, venha para a Editora X”.

E o que eu fiquei pensando ao ver a palavra “estória” estampada na chamada do anúncio foi que a Editora X precisava se atualizar quanto a diferença entre história e estória.

Isso porque desde 1943, a palavra estória não é mais utilizada para se referir a narrativas de ficção.

Neste artigo, você vai descobrir o motivo.

Você vai conferir:

História ou Estória?
E quando se usa Estória?
Nesse caso, História é com letra maiúscula ou minúscula?

História ou estória?

Durante muito tempo, existiu diferença de sentido entre as palavras história e estória.

História era o termo utilizado para descrever fatos reais, uma narrativa sobre algo que realmente aconteceu.

Enquanto estória era o termo utilizado para narrativas de ficção, uma sequência de eventos imaginada.

Veja alguns exemplos:

  • Hoje, na aula de História, aprendemos sobre a Grécia;
  • Maria me contou uma estória engraçada;
  • Dom Pedro I entrou para a História como primeiro imperador do Brasil;
  • A estória de Machado de Assis que lemos ano passado é minha favorita.

Essa divisão remonta de muitos séculos.

Acredita-se que a palavra estória tenha se originado na língua portuguesa no século XIII por influência da palavra story, que existe na língua inglesa com o mesmo sentido.

A convenção, então, era de que ao falarmos sobre uma narrativa fictícia, o correto era utilizar o termo estória.

Isso até que, em favor da uniformização de grafia, em 1943, a Academia Brasileira de Letras entendeu que não deveria mais haver diferença entre as duas palavras.

Desde então, a palavra estória caiu em desuso, e a palavra história começou a ser utilizada para se referir a narrativas de ficção e de fatos documentados.

E quando se usa “Estória”?

A resposta é que, de acordo com a norma padrão, não se utiliza estória em momento nenhum.

Como a palavra caiu em desuso, ela se tornou uma daquelas palavras consideradas arcaísmos.

Isso significa que ela é uma palavra antiga que não tem mais lugar no português contemporâneo.

E embora essa seja uma convenção em voga desde os anos 1940, ainda existem pessoas que defendem o uso de estória para diferenciar narrativas ficcionais de fatos reais.

Nesse caso, História é com letra maiúscula ou minúscula?

Tirar estória de uso levou muitas pessoas a começarem a utilizar, então, a palavra História com letra maiúscula para se referir a narrativas reais, e história com letra minúscula para ficção.

Porém, isso está errado de acordo com o Novo Acordo Ortográfico, que entrou em vigor em janeiro de 2009.

A diferenciação entre letra maiúscula e minúscula na palavra história depende da característica do sujeito em uma frase.

Por exemplo, quando estivermos nos referindo à História enquanto disciplina ou ciência, usa-se letra maiúscula.

Se não, se estivermos falando sobre uma narrativa, usa-se letra minúscula.

Veja alguns exemplos:

  • Eu vou cursar História na faculdade;
  • Ela veio até aqui me contar uma história;
  • Joana é professora de História no ensino fundamental;
  • Você terminou de escrever aquela sua história de romance policial?

Para concluir…

Se você ainda tinha dúvidas sobre qual era o certo, história ou estória, para se referir ao livro que está escrevendo, espero que este artigo tenha ajudado.

Quando for se referir ao seu livro, conto ou novela, não hesite em dizer que está escrevendo uma história!

Leia também:



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.