Pular para o conteúdo
Teen Idle: os arrependimentos da adolescência de Electra Heart

Teen Idle: arrependimentos da adolescência de Electra Heart

Marcações:

Teen Idle é um hino irônico, um retrato cru e real dos desejos mais fúteis de uma adolescência nociva.

Nesse ponto da história, Electra Heart já descobriu que tudo com que sempre sonhou ou nunca existiu ou não é saudável.

Ela entendeu que sua aparência de vida perfeita era uma fachada e o produto de uma enganação midiática.

Você vai conferir:

Trocadilhos na grafia
Teen Idle é um hino de arrependimentos
Uma adolescência desperdiçada
Adolescência: uma fase regada à insegurança e arrogância

A letra dessa música se divide entre ironizar os desejos de Electra enquanto adolescente e de lamentar a escolha deles enquanto adulta.

Enquanto a Electra dos versos usa o verbo no presente para expressar vontades (I wanna be a bottle blonde), a Electra do refrão usa o verbo no passado para se mostrar arrependida (I wish I’ve been a teen teen idle).

Trocadilhos na grafia

Um dos aspectos mais interessantes sobre a música é o título. Marina disse que se inspirou em um desfile de moda, em que ela viu um moletom com a palavra Idle, para trocar a grafia da palavra Idol no título.

A cantora já é conhecida por mudar a grafia de palavras e dar outro sentido a elas. Como em Froot (estilizado de Fruit) e Shampain, onde brinca com a ideia de vergonha (shame) e dor (pain).

O título sonoro da música traz a ideia de que Electra era uma ídolo adolescente, a rainha da escola e de alguém que influenciava e era invejada.

Mas trocando a grafia da palavra para Idle, que significa “ocioso” e “desocupado” em inglês, a música se transforma na percepção que a Electra adulta tem de seu eu adolescente.

registro de desfile com uma blusa que tem a frase que gerou o título de teen idle

Teen Idle é um hino de arrependimentos

Durante os versos, conhecemos os desejos de Electra antes de Bubblegum Bitch, quando ela ainda não tinha experimentado com os arquétipos.

Nossa protagonista era uma adolescente ingênua que se encheu de vontades fúteis porque essa parecia a única solução para seus problemas.

Nessa altura do álbum, já entendemos que Electra veio de um lar desestruturado, que sempre teve problemas de auto estima e que tinha grandes problemas com o pai.

Então, podemos imaginar como a tal ilusão de vida perfeita afetou sua visão de mundo.

Electra passou a infância e a adolescência vendo mulheres lindas na televisão. Ela via meninas implacáveis mandando em todos e viu como o casamento definia a felicidade de uma mulher.

Portanto, se ela fosse como aquelas mulheres, seria feliz e poderia escapar da vida que ela tinha em casa.

Nos versos de Teen Idle, vemos que ela sai em busca desse sonho sem pensar duas vezes.

foto da época do lançamento do álbum em 2011

Mas, para quebrar os versos nocivos, temos um refrão melancólico cantado por uma Electra em tempo presente completamente arrependida. No refrão, ela diz:

“I wish I’d been a, wish I’d been a teen, teen idle
Wish I’d been a prom queen fighting for the title
Instead of being sixteen and burning up a bible
Feeling super, super, super suicidal
The wasted years, the wasted youth
The pretty lies, the ugly truth
And the day has come where I have died
Only to find I’ve come alive”

A impressão que passa é que Electra não se sente merecedora das coisas que alcançou. Ela não se sente dona do título de rainha da escola porque não lutou da maneira que deveria.

A Electra adulta do refrão, com suas mágoas e frustrações, acharia muito melhor ter lutado verdadeiramente pelo título e não ter usado tudo isso como escape.

Uma adolescência desperdiçada

Electra sente que desperdiçou sua juventude e que perdeu vários anos de sua vida nessa brincadeira com os arquétipos.

E uma das afirmações mais importantes do refrão é que ela morreu.

Ela diz: And the day has come where I have died only to find I come alive”, nos dizendo com todas as palavras que os arquétipos morreram e que aquela Electra das oito músicas anteriores, também.

Essa é uma atitude oposta à Bubblegum Bitch.

No início do álbum, ela deixa sua persona original morrer para os arquétipos assumam o controle. Aqui, quase no final da história, ela faz o contrário.

foto da época de lançamento do álbum

Quase ao final da música, a melodia fica ainda mais calma e Marina canta em tom de lamento:

I wish I wan’t such a narcisis
I wish I didn’t really kiss the mirror when I’m on my own
Oh God! I’m gonna die alone
Adolescence didn’t make sense
A little loss of innocence
The ugly years of being a fool
Ain’t youth meant to be beautiful?

Aqui, nós conseguimos sentir toda a dor de Electra quando ela percebe que tudo aconteceu da maneira errada. Ela gostaria de ter sido mais sensata e de ter feito escolhas melhores.

Escolhas que a teriam colocado no real caminho da felicidade.

Electra gostaria de ter aproveitado sua adolescência de maneira saudável. Mas a pergunta que fica é: que adolescente vive de maneira sensata?

Adolescência: uma fase regada à insegurança e arrogância

A máxima do adolescente é: eu sou perfeito, eu não preciso aprender nada e eu não preciso de ninguém.

E é justamente por conta dessa máxima que essa é a fase da vida onde acontecem os maiores problemas de auto estima e personalidade.

Adolescentes são influenciáveis, ainda mais se eles foram criados em um ambiente sem estrutura.

Electra veio de uma família bagunçada e é claro que ela não pensaria duas vezes antes de mudar quem é se isso fosse dar a ela uma família de verdade e amor de verdade.

Assim, sem um background de bons exemplos, de confiança e conversa, toda criança e todo adolescente vai buscar em outro lugar, ou na mídia, uma resposta para suas aflições.

Aparentemente, Electra não tinha ninguém para dizer que ela poderia ser feliz sendo ela mesma e que ela não precisava ser perfeita para ser amada.

E esse foi o ponto de virada para a chegada dos arquétipos.

Como uma adolescente sensível em busca de uma resposta, Electra se abriu ao que estava ao seu redor e se deixou ser influenciada e, consequentemente, se perdeu.

Mas aqui em Teen Idle, ela já se encontrou.

Leia também:

1 comentário em “Teen Idle: arrependimentos da adolescência de Electra Heart”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.