melhorar a escrita

Como melhorar sua escrita se livrando de 5 hábitos ruins

Você já deve ter ouvido falar que as pessoas têm mais chances de escutar o que você diz se você souber contar uma boa história, não é? O mesmo vale para a sua escrita. Com certeza, o seu livro terá muito mais leitores satisfeitos se você souber utilizar o storytelling a seu favor.

Pensando nisso, reunimos neste artigo alguns dos piores hábitos que os autores, especialmente iniciantes, costumam acumular. Hábitos, esses, que podem atrapalhar, e muito, o seu processo de escrita.

Perder tempo com detalhes desnecessários

Detalhar a sua história é importante para que o leitor entenda as motivações dos personagens e consiga se situar no espaço-tempo. Mas isso não quer dizer que você precisa entregar todo e qualquer detalhe sobre todas as cenas narradas.

Fazendo isso, você corre o risco de cair no infodump ou em descrições longas, o que acaba tirando a atenção do seu leitor. Por isso, em vez de dar uma enxurrada de informações, procure entregar apenas o que é essencial para o momento da história.

Tudo o que você puder deixar de fora, deixe. Isso acaba melhorando o ritmo da sua história e o engajamento do leitor.

Cometer o erro de contar sem mostrar

Essa é uma das regras de ouro da escrita: em vez de contar alguma coisa, mostre. Isso vale especialmente quando estivermos falando de características de personagens ou acontecimentos. Por exemplo, em vez de dizer que sua protagonista é teimosa, escreva uma cena em que ela apareça sendo teimosa.

Em vez de citar em parágrafos longos a história de quando um dos seus personagens fez alguma coisa, narre essa história com diálogos e cenas. Isso deixa sua narrativa mais dinâmica e interessante.

Levar tempo demais para chegar no objetivo

O ser humano se dispersa facilmente, isso é um fato. Ainda mais hoje, quando tempos tantas outras opções de entretenimento nos smartphones e na internet. Numa questão de segundo, já perdemos o foco. E se o seu livro demorar muito tempo para chegar em algum lugar, você pode perder o seu leitor.

E com isso, não estamos dizendo que você não pode escrever narrativas longas, mas que dizendo para você exercitar uma escrita mais objetiva e capítulos que chegam em algum lugar. Aqui, vale um pouco da mesma dica sobre os detalhes: se você demorar demais para explicar o que é importante na cena que está narrando, seu leitor pode perder a atenção.

Por isso, mantenha-se focado no objetivo de cada cena, de cada personagem e de cada situação. Sem esquecer de entregar os detalhes necessários em cada uma para manter o leitor interessado.

Não ter nenhum diálogo

Aqui podemos aplicar a mesma regra do segundo item: não conte, mostre. Não tem nada que atrase mais o ritmo de leitura do leitor do que parágrafos e mais parágrafos de descrições. Além de ajudar os seus personagens a se expressar, os diálogos também ajudam a manter um ritmo agradável de leitura.

Os diálogos também ajudam o seu leitor a se colocar no lugar dos personagens e engajar mais com a história. Isso porque ele vai ler aqueles diálogos e, muitas vezes, se imaginar dizendo as mesmas palavras. Diálogos são ótimos para a imersão do leitor na sua escrita.

Ter narrativas paralelas que não acrescentam

As narrativas paralelas de um livro ajudam a dar dimensão para a história e, muitas vezes, trazem pontos de vista diferentes que enriquecem a narrativa. Porém, procure não se perder mostrando tramas, personagens e situações que não levam a lugar nenhum.

Lembre-se do terceiro item dessa lista. Às vezes, você quer muito contar aquela história paralela, mas ela apenas atrasa a história e, quando o leitor chega no capítulo final, ele se pergunta: por que isso aconteceu? E ter esse tipo de reação não é nada bom para a opinião dele sobre o seu livro.

Portanto, sempre que quiser acrescentar tramas paralelas pense bem onde elas se encaixam, quais paralelos fazem com a trama principal e o motivo de elas estarem ali.

Livrando-se de todos esses hábitos, temos certeza de que sua escrita vai melhorar muito e seu leitor vai adorar a sua narrativa! Continue acompanhando o blog para mais dicas.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *