Pular para o conteúdo
como manter o foco na escrita

7 dicas de como manter o foco durante a escrita

Marcações:

Uma preocupação frequente entre escritores, especialmente no mundo atual, é manter o foco durante uma seção de escrita.

Estamos vivendo em uma era onde as distrações são várias.

Nós temos a internet, temos diversas redes sociais, temos bilhões de vídeos esperando para serem assistidos no YouTube e muito mais livros do que vamos conseguir ler no intervalo de uma vida.

E ter tantos estímulos assim, acaba fazendo com que a nossa capacidade de concentração, enquanto coletivo, diminua.

Uma pesquisa feita no Canadá citada pelo O Atibaiense, por exemplo, mostrou que a capacidade de atenção média dos entrevistados era de oito segundos, sendo que a mesma pesquisa havia notado que nos anos 2000, essa média era de 12 segundos.

Ou seja, o ser humano já tem uma capacidade de concentração mais curta do que o esperado. E para piorar, essa média vem diminuindo.

Como lidar com isso, então? Como manter o foco em um mundo cheio de estímulos?

Pensando em ajudar você (e a mim também) nessa jornada, eu trouxe aqui sete dicas de como se concentrar na escrita.

Você vai conferir:

Crie um ambiente sem distrações para escrever
Use sprints de escrita para concentrar
Configure seu computador e editor de texto para evitar distrações
Procure não ser multitarefa na hora de escrever
Faça a escrita ser algo fácil e acessível todos os dias
Cuide do seu corpo para cuidar da sua mente
Entenda que concentração é treinamento

Confira 7 dicas de como manter o foco na hora de escrever

Antes de falarmos sobre as dicas em si, tem uma observação importante que eu gostaria de fazer e que tem a ver com a nossa capacidade de concentração no momento presente.

Segundo uma pesquisa citada pelo Zenklub, a nossa mente passa 47% do tempo dispersa, pensando no passado e no futuro.

Ou seja, passamos quase metade do tempo das nossas vidas pensando em algo que não o agora.

E esse hábito prejudica não só a nossa concentração na hora de escrever quanto nossa concentração de maneira geral.

Por isso, existe uma prática, o mindfulness, que busca ensinar pessoas a focar no momento presente, ter atenção total ao aqui e agora.

Seguindo essa prática, é possível viver o momento presente em totalidade. Então, começar essa jornada pelo mindfulness pode ser um bom ponto de partida.

Agora sim, vamos às dicas:

1. Crie um ambiente sem distrações para escrever

Uma dica primordial para manter o foco é ter um ambiente de escrita (de estudo e de trabalho também) organizado e longe de distrações.

No mundo ideal, isso significa que você teria um cômodo inteiro isolado do mundo e de toda e qualquer forma de distração.

Porém, nós sabemos que isso, para muitas pessoas, é impossível.

Então, uma maneira de construir esse ambiente é blindando o espaço que você já tem. Por exemplo:

  • determine um horário do dia para escrever e peça para as pessoas que moram com você para não entrarem nesse espaço ou chamar por você;
  • quando entrar nesse ambiente com a intenção de produzir, deixe seu celular do lado de fora;
  • se você tem internet nesse espaço, tente desligar o wi-fi do seu equipamento para não ter a tentação de navegar;

Além disso, evite deixar esse ambiente de escrita desorganizado ou sujo, com canecas ou pratos de comida espalhados.

Encontrar um ambiente para limpar e organizar pode se tornar um convite para procrastinação.

2. Use sprints de escrita para concentrar

Uma ferramenta muito interessante de concentração que surgiu nos últimos anos são os sprints de escrita. Sprints são intervalos de tempo de plena concentração, bastante inspirados no método pomodoro.

Com o método, você produz com foco total durante um período (normalmente, 25 minutos) e descansa, ou seja, sai desse foco, por um período menor de tempo (normalmente, 5 minutos).

Utilizar a ferramenta dos sprints é ótimo porque você tem um período de concentração, mas sabe que dali a alguns minutos terá um tempo de descanso.

E isso faz com que o cérebro entenda que a concentração não será dolorosa e você não estará perdendo nada.

Você pode começar a utilizar a técnica dos sprints por você mesmo, utilizando um timer ou vídeos temáticos no YouTube, como aulas de Hogwarts ou Dark Academia.

Mas se você não quiser fazer os sprints de escrita sozinho, existem diversos criadores de conteúdo que fazem lives de sprints no YouTube e na Twitch.

3. Configure seu computador e editor de texto para evitar distrações

Além de ter um ambiente livre de distrações, é importante também que você blinde o seu equipamento contra elas. Como dissemos acima, o ideal é que você trabalhe no seu livro de forma offline, sem a tentação do wi-fi.

E você pode fazer isso desligando o wi-fi do computador e trabalhando com um documento do docs que esteja offline ou com editores offline, como o Word.

Além disso, se você escreve em um computador da Apple, pode configurar um período de tempo no qual a máquina mesma se desliga da internet e impossibilita que você mude a configuração enquanto ela está ativa.

Mas se o seu problema não é a internet e, sim, o próprio editor de texto, uma saída pode ser abrir esse editor em tela cheia.

Assim, a única coisa que você verá é o seu texto e não as ferramentas de edição, o relógio do computador ou qualquer outro botão.

como se concentrar na hora de escrever

4. Procure não ser multitarefa na hora de escrever

Outro ponto importantíssimo é não ser multitarefa na hora de escrever, isso porque sua concentração irá por água abaixo.

Pesquisas recentes, especialmente esta citada pela Folha, têm indicado que o nosso cérebro não sabe se concentrar em duas coisas ao mesmo tempo e que ser multitarefa, quando as duas (ou mais) tarefas dependem de concentração e foco, é só uma ilusão.

Enquanto você está caminhando na esteira, está tudo bem escutar um audiobook. O problema é quando você quer escrever seu livro e assistir televisão ao mesmo tempo.

Nesse caso, você até pode conseguir, mas devido ao cérebro não estar preparado para isso, o resultado de ambas as tarefas pode ser a baixa qualidade.

Por isso, quando você sentar para escrever, esteja presente no momento. Lembra do mindfulness?

5. Faça a escrita ser algo fácil e acessível todos os dias

Até este momento, todas as dicas falam bastante sobre restrição. E um problema que pode acabar surgindo é você perder a vontade de escrever porque o processo está muito dificultoso.

Algo sabido sobre o cérebro humano é que ele gosta de economizar energia, então quando algo se torna muito difícil, nosso primeiro instinto é desistir.

Por isso, talvez indo um pouco na contramão das outras dicas, é importante que a escrita seja algo fácil e atrativo para você, que não demande muitos passos ou rituais.

Por exemplo, se você quiser seguir as dicas restritivas, faça questão de elas não tomarem muito seu tempo.

Por exemplo, já deixe o documento do seu livro em andamento na área de trabalho, mantenha sua mesa limpa em vez de sempre ter que organizá-la, e cuide com rituais longos antes de escrever.

Se você criou a rotina de fazer café, acender uma vela, meditar por dez minutos e fazer alongamento antes de escrever, as chances de você realmente ter vontade de sentar e trabalhar no seu livro serão mínimas.

Tente não criar barreiras e não dificultar o seu processo, assim ele flui melhor.

6. Cuide do seu corpo para cuidar da sua mente

Sabia que se manter hidratado ajuda a melhorar a concentração?

Segundo uma pesquisa citado pela Europa, o motivo é que a água é um bom condutor elétrico e os neurotransmissores precisam dela para se comunicarem melhor.

A mesma informação vale para a boa alimentação.

Com mais nutrientes, o cérebro consegue funcionar melhor, o que ajuda a melhorar a concentração, segundo pesquisa citada pelo Eu Atleta.

Além disso, ter uma boa noite de sono também tem fator importante na saúde do cérebro.

Isso significa que se você cuidar bem do seu corpo, tem muito mais chances de ter mais poder de concentração.

Por isso, tire da mente aquela imagem do escritor gênio que só toma café, fuma cigarros e come fast-food.

como manter o foco na escrita

7. Entenda que concentração é treinamento

Por fim, a última dica deste artigo é a mais importante de todas: concentração e foco é algo que a gente exercita.

Como percebemos na introdução, a distração é algo comum ao ser humano.

Acontece com todos nós, então nunca será de uma hora para outra que você vai se tornar mais focado, nem mesmo se seguir todas as dicas dessa lista.

Isso porque a concentração, no mundo em que vivemos hoje, é um exercício. Você precisa praticar para conseguir manter o foco.

E quem já praticou meditação, sabe do que eu estou falando.

A primeira lição da meditação é não tentar deixar a mente vazia de primeira, mas estar atento ao que você está pensando até que concentre no nada.

E isso é um exercício no qual você vai ficando melhor com o tempo, quanto mais pratica.

A mesma coisa vai acontecer com a sua concentração durante a escrita.

Seguir as dicas dadas aqui é uma preparação, agora cabe a você treinar todos os dias e se manter concentrado e focado no momento presente.

Para concluir…

Neste artigo, eu apresentei algumas dicas de como você pode manter o foco durante o ato de escrever.

Como vimos, a distração é algo que sempre vai acontecer, especialmente porque vivemos em uma cultura cheia de estímulos por causa da internet.

Porém, isso não impede que treinemos nossa capacidade de concentração.

Por isso, aplique as dicas e treine todos os dias! Logo, você vai estar conseguindo manter o foco total no seu livro em andamento!

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.